segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Projeto O Mundinho

Cronograma do Musical



Divulgação do Projeto














Painel da Apresentação do Espetáculo














Presépio de E.V.A







quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Diversidade


A DIVERSIFICAÇÃO DOS CONCEITOS
Cada pessoa tem um conceito diferente sobre seu semelhante.Perante a visão dos outros podemos serIlustres, insignificantes, indispenáveis, medíocres,Verdadeiros, arrogantes, adoráveis, malígnos...Enfim...a diversão está na diversificação dos adjetivos!Pois não somos e nunca seremos nada do que os outros pensam. Na verdade, somos apenas semelhantes de nossos semelhantes.Meros mundanos à busca da perfeição e sempre à procura da imperfeição de tudo ao nosso redor! Daiane Rabelo
As Três peneiras - A verdade ao falar
Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém. Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou: - O que você vai me contar já passou pelas três peneiras? - Três peneiras? Indagou o rapaz. - Sim ! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato ? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela segunda peneira a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta? Arremata Sócrates: Se passou pelas três peneiras, conte !!! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar. Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos.Desconhecido

quinta-feira, 7 de maio de 2009

ATIVIDADES COM MÚSICAS 01


A MÚSICA COMO RECURSO DIDÁTICO
A música apresenta um texto simples, conciso, com linguagem clara e aproximada da realidade cotidiana das pessoas. Os recursos poéticos como ritmo, métrica, rima, paralelismo reforçam a musicalidade facilitando internalização da linguagem sonora e escrita.
Muitas vezes, o receptor (criança, adolescente ou adulto) é passivo, que dança, canta, repete as músicas sem refletir que elas podem ser manipuladoras e levá-lo a sofrer inegáveis influências na formação de seu caráter e personalidade.
O professor pode e deve usufruir da música como um recurso de ensino-aprendizagem que leva os alunos à sua interpretação, considerando que a interpretação é um processo de construção de sentidos, de significação, diferenciando do ato de decodificação, pois os sentidos não estão ligados somente aos símbolos lingüísticos, mas à vivência de sua realidade.
A experiência é essencial para a construção do conhecimento, por isso toda atividade que não tem significado para o educando anula a aprendizagem. Assim a temática das atividades deve partir da sua realidade, experiências, conhecimentos prévios, expectativas, objetivos e instigar a curiosidade do aluno em relação ao assunto a ser tratado.
As atividades sobre as músicas devem provocar questionamento que deixem o aluno intrigado, inquieto, interessado em buscar respostas para suas dúvidas, a trocar informações entre colegas e professores sobre todas as áreas do conhecimento.
Portanto, o professor deve incitar reflexões e garantir intercâmbio de idéias, tornando-se mediador das situações de conhecimentos adquiridos em contato com a música.

_________________________________________________________
01------RINDO À TOA
( FALAMANSA – TOTÓ )
Tô numa boa, tô aqui de novo Ah, ah, ah, ah, ah
Daqui não saio, Mas eu tô rindo à toa
Daqui não me movo Não que a vida esteja assim tão boa
Tenho certeza, esse é o meu lugar Mas um sorriso ajuda a melhorar
Ah, Ah Ah, Ah
Tô muna boa, tô ficando esperto E cantando, assim parece que o tempo voa
Já não pergunto se isso tudo é certo Quando mais triste, mais bonito soa
Uso esse tempo pra recomeçar Eu agradeço por poder cantar
Ah, Ah Lalaia, laia, laia, iô!!!

Doeu, doeu, agora não dói, não dói, não dói
Chorei, chorei e agora não choro mais
Toda mágoa que passei
É motivo para comemorar
Pois se não sofresse assim
Não tinha razões pra cantar
____________________________________________
1- O compositor deixa transparecer que passou por algum problema que lhe deixou abalado afastando-se. Ao retornar ele desabafa:

“Tô numa boa, tô aqui de novo
Daqui não saio,
Daqui não me movo
Tenho certeza, esse é o meu lugar
Há, há
Tô numa boa, tô ficando esperto
Já não pergunto se isso tudo é certo
Uso esse tempo pra recomeçar
Há, há”

a) Você já passou por alguma situação que fizesse abandonar o seu lugar ( família, escola, emprego, cidade...)? Por quê?
b) Você acha certo a pessoa abandonar ou fugir dos problemas? Por quê?
c) Ao abandonar seu lugar e pensar, refletir sobre o assunto você acha que agiu corretamente ou percebeu que não e retornou? Por quê?
d) Para você, o que é ser esperto? Por quê?
e) Ao tomar suas atitudes, você costuma analisar se é certo ou errado ou age por impulso? Por quê?
f) Após uma decepção em sua vida, você desiste, desanima ou ergue a cabeça e tenta recomeçar? Por quê?

2- A dor dos tropeços nos caminhos da vida, às vezes é grande e machuca muito psicologicamente:
“Doeu, doeu, agora não dói, não dói, não dói
Chorei, chorei e agora não choro mais
Toda mágoa que passei
É motivo para comemorar
Pois se não sofresse assim
Não tinha razão pra cantar”

a) Quando você está chateado, dolorido, você chora, desabafa com um amigo ou se fecha e guarda tudo para você? Por quê?
b) Você costuma guardar mágoas ou perdoa as pessoas que de alguma forma lhe decepcionaram? Por quê?
c) Você acha que o tempo é o senhor das razões e cura as dores das decepções? Por quê?
d) Você acha que os sofrimentos da vida nos dá maturidade, nos fortalece e melhora a nossa personalidade? Por quê?

3- A vida é um verdadeiro aprendizado, com altos e baixos, mas nunca podemos perder a vontade de vier bem:
“Há, há, há, há, há
Mas eu tô rindo à toa
Não que a vida esteja assim tão boa
Mas um sorriso ajuda a melhorar
Há, há
E cantando assim parece que o tempo voa
Quanto mais triste mais bonito soa
Eu agradeço por poder cantar
Lalaia, laia, laia, iô!!!

a) Você pensa que, embora a vida não seja tão boa, a alegria e a auto estima são essenciais para sermos felizes? Por quê?
b) Você concorda que o sorriso ajuda a melhorar a nossa vida? Por quê?
c) Você acha que o canto, o lazer colabora na melhoria de vida? Por quê?
d) Você costuma agradecer a Deus pelas coisas boas e ruins que acontecem na sua vida? Por quê?
e) Ás vezes não damos o devido valor às coisas que conquistamos sem nenhum esforço. Você crê que o suor da conquista, da luta nos faz valorizar mais as atitudes e a vida? Por quê?
4- “Depois da tempestade sempre vem a abonança.” Esta frase pode traduzir a mensagem que esta música quis passar? Por quê?
____________________________________________________________
02----Último Julgamento
(Léo Canhoto e Robertinho)

http://www.youtube.com/watch?v=TCKi0cQlZCI
Senta aqui neste banco
Pertinho de mim, vamos conversar
Será que você tem coragem
De olhar nos meus olhos e me encarar.
Agora, chegou sua hora
Chegou sua vez, você vai pagar
Eu sou a própria verdade
Chegou o momento, eu vou te julgar.

Pedi pra você não matar
Nem para roubar, roubou e matou.
Pedi pra você agasalhar
A quem tem frio, você não agasalhou.
Pedi pra não levantar
Falso testemunho, você levantou,
A vida de muitos coitados
Você destruiu, você arrasou.

Meu pai lhe deu inteligência
Para salvar vidas, você não salvou.
Em vez de curar os enfermos
Armas nucleares você fabricou.
Usando sua capacidade
Você destruiu, você se condenou
A sua ganância foi tanta
Que a você mesmo, você exterminou.

O avião que você inventou
Foi para levar a paz e a esperança.
Não pra matar seus irmãos
Nem para jogar bombas
Nas minhas crianças.
Foi você que causou esta guerra
Destruiu a terra dos seus ancestrais.
Você chamado de homem,
Mas é o pior dos animais.

Agora que está acabado pra sempre
Vou ver se você é culpado ou inocente
Você é um monstro covarde e profano,
É um grão de areia frente ao oceano.
Seu ouro falou alto, você tudo comprou
Pisou nos mandamentos
Que a lei santa ensinou
A mim você não compra
com o dinheiro seu
Eu sou JESUS CRISTO
O filho de DEUS.
___________________ ILUSTRE O TEXTO:
01-Consulte o dicionário e escreva o significado das palavras:
a) julgar b) ganância
c) ancestral d) nuclear
e) profano
02- A música é um diálogo em que aparece só o questionamento do emissor.
a)Quem é o emissor da mensagem da música O último julgamento?
b)O interlocutor não aparece expresso lingüisticamente, mas o contexto nos leva a identificá-lo. Quem é o interlocutor?
c)Como você explicaria a ausência do interlocutor?
03-A música faz um intertexto com a passagem bíblica de Êxodo 20, 1-17. Leia e copie-a.
04-O que Jesus fez para libertar os seres humanos do pecado?
05-Que atitudes os seres humanos têm que comprovam sua desobediência aos mandamentos da lei de Deus?
06-Que acontecimentos históricos a humanidade registra que refletem os fatos relatados na música?
07-Você utiliza a capacidade, o dom que deus lhe deu para destruir e praticar maldades ou para construir e praticar o bem? Exemplifique.
08-O que diferencia o homem dos outros animais?
09-Você acredita que o ser humano utiliza bem esta habilidade que Deus lhe confiou ao diferenciá-lo dos outros animais? Poe quê?
10-Quando Jesus é questionado sobre qual é o maior mandamento, o que Ele responde? Leia e copie Mateus 22, 36-40.
11-O ser humano ama a teu próximo como a ti mesmo? Por quê?
12-E você respeita e pratica as leis de Deus? Por quê? Como?
13-Justifique o título da música relacionando-o com o contexto ou mensagem.
14-Escreva um texto explicando como você acha que vai ser o último julgamento dos seres humanos.
_______________________________________________________
03----TELEVISÃO ( Titãs )
A televisão me deixou burro, muito burro demais
Agora todas as coisas que penso me parecem iguais
O sorvete me deixou gripado pelo resto da vida
E agora toda a noite quando eu deito é boa noite, querida
O cride fala pra mãe!
Que eu nunca li num livro
Que um espirro fosse um vírus sem cura
Vê se me entende pelo menos uma vez, criatura!
O cride fala pra mãe!
A mãe diz pra eu fazer alguma coisa, mais eu não faço nada
A luz do sol me incomoda então deixo a cortina fechada
É que a televisão me deixou burro, muito burro demais
E agora eu vivo dentro dessa jaula junto dos animais
O cride fala pra mãe!
Que tudo que a antena captar meu coração captura
Vê se me entende pelo menos uma vez criatura!
O cride fala pra mãe!
ATIVIDADES:
1) Você assiste televisão? Por quê?
2) Que programas você mais assiste?
3) Comente o primeiro verso da música:
“A televisão me deixou mais burro, muito burro demais.”
4) O compositor uso dois advérbios de intensidade para reforçar a idéia de que ficou burro. Quais são eles?
5) Você acredita que a televisão pode deixar alguém burro? Como? Por quê?
6) Como a televisão pode influenciar na vida das pessoas?
a) Beneficamente:
b) Maleficamente:
7) Explique o verso: “agora todas as coisas que eu penso me parecem iguais”.
8) A televisão te impede fazer alguma coisa? Por quê?
9) O que você acha que deve ser feito para melhorar o nível cultural e informativo da televisão?
10) Porque o eu poético se sente dentro da jaula junto dos animais?
11) Faça uma lista de programação diária de uma emissora de televisão analise com seu grupo e apresente para a turma.
Grupo I – Globo
Grupo II – SBT
Grupo III – Record
Grupo IV – Cultura
Grupo V – Bandeirantes
Relacione em seqüência de horário os programas de:
1. informação
2. entretenimento
3. propaganda / venda
4. religioso
12)Reúna com seus colegas e crie uma televisão de material reciclável. Crie a programação e apresente para turma.-
_____________________________________________________
04---TOCANDO EM FRENTE
(Almir Sater)


Ando devagar Conhecer as manhas
Porque já tive pressa E as manhãs
E levo esse sorriso O sabor das massas
Porque já chorei demais E das maçãs
Hoje me sinto mais forte, É, preciso amor pra poder pulsar.
Mais feliz, quem sabe, É preciso paz pra poder sorrir
Eu só levo a certeza É preciso chuva para florir.
De que muito pouco sei,
E nada sei. Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Conhecer as manhas Um dia a gente chega
E as manhãs E no outro vai embora
O sabor das massas Cada um de nós compõe
E das maçãs A sua história
É preciso amar, pra poder pulsar E cada ser em si
É, preciso paz pra poder sorrir Carrega o dom de ser capaz
É preciso chuva para florir. De ser feliz.

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir
Tocando em frente.
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela
Longa estrada, eu vou
Estrada eu sou.

1. “Ando devagar porque já tive pressa”
Qual destes provérbios representam melhor este verso da música? Explique cada um deles.
Þ O apressado come cru.
Þ Devagar se vai ao longe.
2. Apressa é inimiga da perfeição. Comente.
3. Às vezes, quando temos pressa demais ao fazermos alguma coisa, isso acaba nos atrapalhando, por exemplo a aprender algo. Escreva mais dois exemplos que a pressa e inimiga da perfeição.
4. Não precisamos e nem devemos ser ansiosos demais ao fazermos algo, porém não devemos cruzar os braços e esperar as coisas caírem do céu. Devemos ir a luta. Explique este provérbio. Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje.
5. “E levo esse sorriso porque já chorei demais
hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe.”
Você acredita que as experiência do dia-a-dia, as dificuldades, as facilidades da vida de uma pessoa pode torná-la mais forte? Por quê?
6. Marque a explicação que você julga mais correta para cada verso.
a) “Conhecer as manhas e as manhãs.”
( ) conhecer todas as faces, todos os lados bons e ruins da vida cotidiana.
( ) conhecer apenas as coisas boas do dia-a-dia.
b) “O sabor das massas e das maçãs.
( ) saborear todas as experiências da vida, sentindo o gosto doce e ao mesmo tempo amargo da vida.
( ) saborear somente as experiências prazerosas da vida.
c) “É preciso amor pra poder pulsar.”
( ) É preciso só as coisas boas da vida.
( ) É preciso ter amor em tudo que se faz para que a vida tenha mais vigor, força, energia.
a) “É preciso paz para poder sorrir”.
( ) Precisamos de paz para sermos felizes.
( ) A paz é insignificante para a felicidade.
b) “É preciso chuva para florir”.
( ) É preciso regrar o jardim da vida para que ele possa florir e triunfar.
( ) É preciso inundar a vida.
7. “Penso que curtir a vida seja simplesmente
compreender a marcha e ir tocando em frente”
a) Para você o que é compreender a marcha da vida?
b) O que é ir tocando em frente?
8. Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou, estrada eu sou”. A que estrada o compositor se refere?
9. “Um dia a gente chega, no outro vai embora.
Cada um de nós compõe a sua história”.
O que representa estes versos na vida das pessoas?
10 “E cada ser em si carrega o dom de ser capaz, de ser feliz”...
Comente este verso.
11. Você é feliz? Por quê?
12. O que lhe traz felicidade?
13. Você tem esperança de compor a sua história mais feliz? Como? Por quê?
14. Você como sujeito de sua própria história. Precisa fazer o quê para melhorá-la?
15. Você ajuda as outras pessoas a compor as suas próprias histórias? Como?

___________________________________________________
05----- A ENXADA E A CANETA
( ZICO E ZECA )
Certa vez uma caneta
Foi passeá la no sertão
Encontrou – se com uma enxada
Fazendo uma prantação
A enxada muito humirde
Foi lhe fazendo uma saudação
Mas a caneta soberba
Não quis pega na sua mão
E ainda por disaforo
Lhe passou uma repressão.

Disse a caneta para a enxada
Não vem perto de mim não
Você tá suja de terra
De terra suja do chão
Sabe com quem tá falando
Veja a sua posição
E não esqueça da distância
Da nossa separação.

Eu sou a caneta dorada
Que escreve no tabelião
Eu escrevo pros governo
A lei da constituição
Escrevi paper di linho
Pro ricaço e pros barão
Só ando nas mãos dos mestres
Dos homens de posição.

A enxada respondeu:
De fato eu vivo no chão
Pra podê dá o que comê
E visti ao seu patrão
Eu vim no mundo primeiro
Quase no tempo de Adão
Se não fosse o meu sustento
Ninguém tinha instrução.

Mas que caneta orguiosa
Vergonha da geração
A tua arta nobreza
Não passa de pretensão
Você diz que escreve tudo
Tem uma coisa que não
É a palavra bonita
Que se chama educação.

1) Faça a ilustração da música.
2) Organize com seus colegas e faça a dramatização da música.
3) A música “A enxada e a caneta” apresenta linguagem coloquial. Transcreva – a para linguagem padrão.
4) A música é um texto poético. De acordo com “A enxada e a caneta”, informe os seguintes itens da estrutura.
a) número de versos
b) número de estrofes
c) rimas
5) Há diferença entre poesia e prosa.
Você sabia que podemos transformar uma poesia em prosa? Veja as diferenças.

POESIA
1. Não obedece a uma paragrafação, segue apenas a criatividade do poeta.
2. Não segue a uma pontuação rígida. Há poesias que não possuem pontuação.
3. Geralmente apresenta rimas e versificação.
4. Tem repetição de palavras, Valorizando a sonoriadade

PROSA
1. Organiza – se em três parágrafos básicos: a) introdução, b) desenvolvimento b) conclusão.
2. A pontuação é obrigatória de acordo com a língua padrão.
3. Não apresenta rimas e versificação.
4. Não deve apresentar repetição de palavras.


Agora, tranforme a poesia em um texto em prosa, e veja se produz o mesmo efeito.
6) A música é um diálogo. Faça sua pontuação corretamente. Que sinais de pontuação você utilizou? E qual a função de cada um?
7) Esta música retrata bem o preconceito estabelecido entre as pessoas que residem na zona urbana e na zona rural. Que situações exemplificam este preconceito?
8) A enxada trabalha com o chão, então responda: Que cuidados o ser humano deve tomar para proteger o solo?
9) Em tudo que vamos fazer utilizamos medidas de comprimento, de massa, de capacidade e de tempo. Muita atenção ao preencher o quadro de medidas.
a) Medidas de comprimento – o metro (m) é a unidade fundamental da medida de comprimento. Unidade _______________Quanto vale
1 quilômetro (km)_________________ metros (m)
1 metro (m)_________________ centímetros (cm)
1 centímetro (cm)_________________ milímetros ( mm)
b) Medidas de massa – o quilograma (kg) é a unidade fundamental de medida de massa, que costumamos chamar de quilo.
1 quilograma (kg) é igual a ________________________ gramas (g)
½ quilograma (kg) é igual a _______________________ gramas (g)
1 tonelada (ton) é igual a__________________________ gramas (g)
c) Medidas de capacidade – o litro (l) é a unidade fundamental de medida de capacidade. É para medir capacidades pequenas de líquidos usamos o mililitro (ml).
1 litro (l) é igual a ________________________ mililitros (ml)
½ litro (l) é igual a _______________________ mililitros (ml)
d) Medidas de tempo – o segundo (s) é a unidade fundamental da medida de tempo.
Unidade __________ Quanto vale
1 minuto (min)________________segundos (s)
1 hora (h)________________ segundos (s)
1 dia________________ horas (h)
1 semana________________ dias
1 mês________________ dias
1 ano________________ meses
e) Medidas agrícolas – Há algumas medidas que são mais usadas no meio rural. Pesquise e responda:
· O que é alqueire e a quantos metros quadrados corresponde?
· Uma légua corresponde a quantos quilômetros?
10) As fazendas são vendidas por alqueires. Se uma fazenda tem 41 alqueires, quantos metros quadrados têm esta fazenda?
12) Se esta fazenda fica a três léguas da cidade. Ela fica retirada a quantos quilômetros?

_______________________________________________________
06-------A ROSA DE HIROSHIMA
(Secos e molhados)

http://www.youtube.com/watch?v=mrJgYwIlG0Y
Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pesem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas

Mas só não se esqueçam
Da rosa de Hiroshima
Da rosa, da rosa
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e invalida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rose sem nada

(Vinícius de Moraes)
Com orientação da professora de Português responda:
1. Qual é o tema deste poema?
2. Retire do poema palavras que nos remetem imediatamente ao seu tema.
3. O poema pode ser dividido em duas partes causa e conseqüência. Identifique-as.
4. Explique a metáfora expressa em “A rosa de Hiroshima”.
5. Que sensações o poema provoca em você? Justifique.
6. Explique as expressões destacadas:
“Sem cor, sem perfume
Sem rosa, sem nada”
7. Identifique a opção que completa corretamente o enunciado a seguir e justifique sua escolha.
Pode-se afirmar que o texto cumpre seu objetivo, pois...
a) simplesmente passa informações;
b) provoca emoções e reflexões;
c) serve de diversão;
d) modifica o comportamento
8. Observe as expressões destacadas em cada item a seguir e explique a quais conseqüências da utilização da bomba atômica elas se referem.
“Pesem nas crianças
Mudas telepáticas”
“Pensem nas meninas
Cegas inexatas”
“Pensem nas mulheres
Rotas alteradas.”
“A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida”
Com orientação da professora (o) de história responda:
9. Em que ocasião foi jogada a bomba atômica em Hiroshima? Por quê? É realmente possível, justificar o lançamento de uma bomba atômica? Por quê?
10. Em que época se deu a Segunda Guerra Mundial?
11. Por que pode-se afirmar que as bombas atômicas lançadas sobre as cidades japonesas puseram um fim mais rápido à guerra?
12. No total, quantas pessoas foram atingidas pela bomba? E quantas morreram? Como ficaram os sobreviventes?
13. “Em certos momentos da história, a insensatez humana ultrapassa todos os limites”. Você concorda com essa afirmação? Por quê?
Peça orientação do professor de matemática e responda:
14. A bomba lançada em Hiroshima era muitas vezes menos potente do que as que foram criadas posteriormente. Para que outras armas fossem desenvolvidas, tempo, dinheiro e o trabalho de muitas pessoas foram utilizados. Como cidadão você aprova a utilização de dinheiro público para a fabricação de armamentos?
15. Faça uma lista do armamento utilizado pelos Estados Unidos na guerra contra o Iraque. Pesquise e faça uma estimativa de preço de cada produto e de toda lista em geral.
16. Lembre-se que todo esse gasto com a guerra é feito em dólar. Um dólar vale quantos reais hoje? Então, se transformarmos as despesas dos Estados Unidos em real, quantos reais daria?
Com orientação da professora de geografia responda:
17. Muitos governantes afirmam que ter um potencial de destruição maior é condição necessária para não perder a liberdade. Você acredita que se preparar para a guerra seja a melhor maneira de manter a paz? Por quê?
18. Faça localização geográfica das áreas atacadas pela guerra e também dos paises aliados aos Estados Unidos.
19. Faça um paralelo dizendo como são as condições de vida (social, econômica, cultural, geográfica) dos dois lados combatentes da guerra do Iraque.
Com Orientação do professor de ciências, responda:
20. O estoque mundial de bombas atômicas, embora tenha diminuído nos últimos anos, ainda hoje é suficiente para destruir várias vezes nosso planeta. Como você se sente sabendo disso?
21. Que tipo de bombas podem ser utilizadas em uma guerra? Quais as conseqüências da utilização dessas bombas para os seres humanos, para o meio ambiente?
Com orientação da professora de inglês;
22. Assista ao clipe da música Heal The World de Michael Jackson.

http://www.youtube.com/watch?v=MZsrFp1EqM8
23. Faça um relatório relacionando o tema da música Heal The World e as informações que você obteve com esta atividade.
Com orientação da professora de artes;
24. Crie cartazes propaganda para divulgação da paz e monte um painel.
Com orientação do professor de educação física;
25. Reúna um grupo, escolha uma música que fale de paz e monte uma coreografia para apresentar para as outras turmas. Sugestões:



A Paz - Roupa Nova - versão de Heal The World de Michael Jackson.


Depende de Nós - Ivam Lins - cantada por Balão Mágico


Te ofereço Paz



Paz pela Paz


A Paz - Nando Cordel



Eu quero paz - Claudinho e Buchecha


Soldado da Paz - Paralamas do Sucesso


Paz - Legião Urbana


Nós quremos Paz - Joana
Com orientação da professora de português;
26. Com base nas nossas discussões, escreva um texto analisando como você entendeu esta charge de Jorge Braga que saiu no jornal, O Popular em 01 de outubro de 2001.



_________________________________________________________
07------------------------COMIDA
(TITÃS)
Bebida é água
Comida é pasto
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?
A gente não quer só comida
A gente quer comida, diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída para qualquer parte
A gente não quer só comida
A gente quer bebida, diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida como a vida quer
Bebida é água
Comida é pasto
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?
A gente não quer só comer
A gente quer comer, quer fazer amor
A gente não quer só comer
A gente quer prazer pra aliviar a dor
A gente não quer só dinheiro
A gente quer dinheiro e felicidade
A gente não quer só dinheiro
A gente quer inteiro e não pela metade.
(Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer e Sérgio Brito)

1-Com orientação do(a) professor(a) de Português, resolva:
a)Justifique o título da música.
b)Qual é a principal “fome” humana? E quais as “causas” da fome?
c)O povo brasileiro tem fome de quê?
d)Você acredita que o dinheiro traz felicidade?
e)Você acha que o prazer pode aliviar a dor? Por quê? Exemplifique.
f)O que “a gente quer por inteiro e não pela metade”?
g)Qual a diferença entre a gente e agente?
h)Explique e exemplifique o emprego do que, quê, porque, porquê, por que, por quê.
i)Como está sendo tratada a questão da fome no Brasil ? Produza um texto com informações que você coletou e refletindo sobre a charge de Jorge Braga que saiu no Jornal O Popular no mês de março de 2003.

Siga as seguintes instruções:
-Pesquise informações sobre o assunto;
-Faça um esquema selecionando as informações que você utilizará no seu texto;
-Observe para que seu texto,as idéias sejam organizadas com começo, meio e fim, facilitando a coesão e a coerência do mesmo;
-Utilize parágrafos curtos, linguagem mais simples e consulte o dicionário e/ou gramática em caso de dúvidas;
-Faça revisão do seu texto, amplie, retire ou substitua algum termo ou expressão para que ele possa ficar ainda melhor.
-Passe-o a limpo e sucesso.
2-Com a orientação do(a) professor(a) de ciências, responda:
a)O que é desnutrição?
b)Que conseqüências a desnutrição traz à saúde do ser humano?
c)Que medidas estão sendo tomadas para combater a desnutrição no Brasil?
d)Faça uma relação de alimentos mais utilizados ou indicados para acabar com a desnutrição de um ser humano. Não se esqueça de relatar as propriedades nutritivas de cada alimento relacionado.
e)Explique o que é uma alimentação balanceada.
3-Com orientação do(a) professor(a) de geografia, faça:
a)Pesquise em jornais e/ou revistas reportagens que tenham como tema a fome ou a desnutrição no Brasil. Recorte-as, ou fotocopie-as e monte um painel de informações na sua sala.
b)Faça a localização, no mapa do Brasil, das áreas em que a população mais sofre com a desnutrição.
c)A agricultura brasileira é riquíssima. Relacione os produtos agrícolas (grãos) que formam a safra recorde deste ano.
d)Explique que é e como funciona a pecuária no Brasil?
4-Com orientação do(a) professor(a) de história, responda:
a)Estabeleça a diferenças entre países desenvolvidos e países subdesenvolvidos.
b)A fome predomina nos países desenvolvidos ou subdesenvolvidos? Por quê?
c)Quais os países do mundo que têm a fome e/ou a desnutrição com índices alarmantes? Faça um breve relato histórico destes países e apresente para a turma.
5-Com orientação do(a) professor(a) de matemática, realize:
a)Faça uma lista dos nomes dos produtos que compõem a cesta básica de alimentos do Brasil. Faça a cotação de preço destes produtos em três supermercados diferentes de sua cidade e estabeleça o valor de toda a cesta básica.
b)Com base nos cálculos obtidos na pesquisa, calcule a porcentagem do salário mínimo que uma pessoa gastaria para adquiri a cesta básica.
c)Como o próprio nome diz, a cesta é básica, que outros produtos você acrescentaria à relação para que uma pessoa possa se alimentar bem e ter boa saúde. Qual o valor destes produtos? Com este acréscimo, quanto passa a custar a cesta?
d)Assim, um salário mínimo é suficiente para uma pessoa viver bem? Lembrando que não é só a alimentação que é essencial para a sobrevivência humana. E que a cesta é familiar.
6-Com orientação do(a) professor(a) de educação física:
a)Relate os danos que a desnutrição causa à saúde física e mental de um ser humano.
b)Faça um cardápio semanal para uma pessoa que quer manter a forma e ter uma boa saúde.
7-Com orientação do(a) professor(a) de inglês escreva:
a)Um breve texto, dissertando sobre a fome na vida das pessoas.
8-Com orientação do(a) professor(a) de artes, crie:
a)Cartazes retratando a fome no país e cartazes retratando a rica alimentação que o Brasil possui, montando um painel com estes contrastes.

___________________________________________________________
08---------Bom Xibom Xibom Bom Bom
(As meninas)

Bom Xibom Xibom Bom Bom
Bom Xibom Xibom Bom Bom
Bom Xibom Xibom Bom Bom
Bom Xibom Xibom Bom Bom

Analisando essa cadeia hereditária
Quero me livrar dessa situação precária. (bis)
Onde o rico cada vez fica mais rico,
E pobre cada vez fica mais pobre,
E o motivo todo mundo já conhece,
É que o de cima sobe e o debaixo desce. (bis)

Refrão

Mas eu só quero educar meus filhos,
Tornar um cidadão com muita dignidade.
Eu quero viver bem, quero me alimentar
Com grana que eu ganho
Não dá nem pra melar.
E o motivo todo mundo já conhece,
É que o de cima sobe e o debaixo desce. (bis)

Refrão

01. Esta música se refere a um seríssimo problema brasileiro. Que problema é esse?
02. Escreva o significado das palavras:
a) cadeia
b) hereditária
c) precária
d) cidadão
e) dignidade
03. De acordo com o significado das palavras que você encontrou, responda:
a) Explique a qual cadeia hereditária a música se refere.
b) Por que vivemos numa situação precária?
c) Qual motivo que todo mundo já conhece em que o rico sobe e o pobre desce?
d) Você acha que o povo brasileiro é um verdadeiro cidadão? Por quê?
e) Explique com suas palavras, o verso: “Com a grana que eu ganho não dá nem pra melar”:

04. A maioria da população do Brasil recebe salário mínimo, que hoje é de R$ ,00. Você acha que com esse salário uma família tem condições de viver com dignidade?

05. Para você o que precisa ser feito para reverter esta situação precária em que o Brasil se encontra?

06. O que você pode fazer para ajudar o Brasil combater esta desigualdade social?

07. O que a família deve fazer para educar seus filhos para se tornarem cidadãos com dignidade?

08. Para você, como a escola pode ajudar na formação de um cidadão?

09. Atualmente, veja como está tabela de alguns salários:
1. R$ ,00 – doméstica
2. R$ ,00 – professor
3. R$ ,00 – engenheiro
4. R$ ,00 – deputado

a) Você acha justa esta diferença salarial? Por quê?
b) Você acha que o salário que uma pessoa recebe é sempre compatível com o seu trabalho? E no caso da tabela acima? Explique?
c) O que precisamos para termos melhores salários, ou seja, salários dignos?
d) Na sua opinião, quanto você deveria ganhar para viver com dignidade?
e) Para você, o que é viver com dignidade?

10. Crie situações problemas matemáticos com a tabela de salários acima:
11. O que é greve?
12. Quais são os motivos que levam os trabalhadores a fazer a greve?
13. Você acha certo que o trabalhador faça greve para reivindicar os seus direitos? Por quê?

14. Quais são as conseqüências de um movimento grevista.
a) Para o operário?
b)E para o patrão?
c)E para a população?

15. O que é democracia?

16. Você vive em país democrático? Por quê?

17. Consulte o dicionário e descubra qual a diferença entre autoritarismo e autoridade.

18. Pegue uma letra de música, cujo tema esteja relacionado à realidade do Brasil e faça no mínimo dez questões de interpretação estabelecendo a relação entre a música e a realidade brasileira. Fazer em grupo de 3 pessoas.
_____________________________________________________________
09----------------MEU BRASIL
(Paulo Debétio/Paulo Resende)

Uma luz brilhou no céu
Sobre as caravelas
Que vieram do alto – mar
É o sinal daquela luz
Deu ao navegador a direção da “Vera Cruz”
Foi assim que começou a nossa história
Há quinhentos dias “22 de abril”
O passado está presente na memória
Mas a porta do futuro já se abriu

Meu Brasil
Verde de eterna esperança
Branco de paz, de criança
Azul e amarelo de céu de sol
Meu Brasil
Você tem um grande destino
Embora ainda seja um menino
Já é no planeta o país do futebol
Hey Brasil
Tai o terceiro milênio
Pra nós o seu oxigênio
É mais que um orgulho profundo
Hey Brasil
Seu lema é vencer ou vencer
Aposto que você vai ser a maior nação
Desse mundo

Com orientação da professora de história, responda:
1.Esta música foi gravada por Gian e Giovane para comemorar os 500 anos do Brasil. Hoje o Brasil tem quantos anos?
2.Em que dia, a história registra a chegada dos europeus no Brasil?
3.Como os europeus chegaram aqui, a quinhentos anos atrás?
4.Que nomes eles deram à terra que encontraram?
5.O que os portugueses encontraram na nova terra, ao chegarem?
6.Faça um breve relato sobre o período de colonização do Brasil.
Com orientação da professora de geografia, responda:
7. Faça o mapa do Brasil e localize as regiões e seus respectivos Estados.
8. Faça um paralelo de como era o Brasil na época do desenvolvimento e como é geograficamente hoje.
9. Faça uma maquete ou móbile representando o sistema solar e relate como é composto.
Com orientação da professora de artes:
10.Desenhe a bandeira do Brasil, explicando a representação de suas cores, disposição de suas estrela e os significados.
Com orientação da professora de português, responda:
11.O compositor da música diz: “o passado está presente na memória / mas a porta do futuro já se abriu”. Como você vê o futuro do Brasil?
12.Na música, as cores da bandeira são comparadas a verde – branco – azul – amarelo.
13. Nos versos:
“Meu Brasil
Você tem um grande destino
Embora ainda seja um menino
Já é no planeta o país do futebol”
a) Por que o autor diz que o Brasil ainda é um menino?
b) Por que o autor fala que o Brasil tem um grande destino?
c) Quais as conseqüências do Brasil ser o país do futebol?
I. Conseqüências benéficas.
II. Conseqüências maléficas.
14. Que mudanças precisamos ter para o Brasil crescer no aspecto:
a) político
b) econômico
c) social
d) cultural
e) ambiental
15. Mesmo com a virada para o terceiro milênio, o povo ainda tem orgulho de ser brasileiro. Por quê?
16. Por que o autor diz que o lema do Brasil, principalmente do povo é vencer ou vencer?
17. O que precisa acontecer para o Brasil ser a maior nação desse mundo?
18. O que você, como cidadão, pode fazer para ajudar o Brasil a ser a melhor nação do mundo?
Com orientação do professor de ciências:
19. Explique os versos:
“Hey Brasil
tai o terceiro milênio
pra nós o seu oxigênio
é mais que um orgulho profundo”
20. Qual era o tipo de vegetação do Brasil na época do descobrimento? E como essa vegetação era tratada? E hoje, como está?
21. Quais os costumes alimentares dos moradores do Brasil do descobrimento e da atualidade?
22. E os hábitos medicinais como eram e como são?
Como orientação do professor de educação física:
23. Escreva as regras de uma partida de futebol.
24. Faça um breve relato sobre os mundiais conquistados pelo Brasil.
Como orientação da professora de matemática:
25. Escreva a extensão territorial do Brasil e diga o tipo de medida utilizada.
26. Explique como se faz a contagem do tempo cronológico, ex.: séculos, milênio...
27. Crie situações problemas envolvendo todas as operações matemáticas com base nos números acima.
Com orientação da professora de inglês:
28. “Hey Brasil” explique a utilização de palavras em inglês no nosso vocabulário.
29. Faça uma lista com as palavras mais utilizadas pelo povo brasileiro e que são de origem da língua inglesa.

__________________________________________________________
10------------PLANETA ÁGUA
(Guilherme Arantes)
Água que nasce na fonte
serena do mundo
e que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho
e deságua na corrente do ribeirão.

Águas escuras dos rios
que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
e matam a sede da população.

Águas que saem das pedras
no véu das cascatas
ronco de trovão
e depois dormem tranqüilas
no leito dos lagos (bis)

Águas dos igarapés
onde Yara mãe d’água
e misteriosa canção
Água que o sol evapora
pro céu vai embora
virar nuvens de algodão
gotas de água da chuva
alegre arco-íris sobre a plantação
gotas de água da chuva
tão triste são lágrimas na inundação

Águas que movem moinhos
são as mesmas águas que encharcam o chão,
e sempre voltam humildes profundo da terra (bis)
Terra, planeta água
Terra, planeta água.

Com orientação da professora de Português, responda:
01. Explique o você entendeu da segunda estrofe da música.
02. Explique o que autor quer dizer, quando colocou: Terra, planeta água.
03. Dê o significado das palavras:
a)Igarapé
b)grotão
c)cascatas
04. Crie um texto sobre as conseqüências da falta de água (seca), na vida das pessoas e para o meio ambiente.
05. Você já pensou que a mesma chuva pode ser boa para algumas pessoas e ruins para outras? A chuva pode destruir casas, vidas por causa da inundação (enchentes) e, ao mesmo tempo, beneficiar as plantações que estavam precisando de água. Escolha e cole reportagens de jornais ou revista sobre:
a) Benefícios da chuva;
b) Malefícios da chuva;
Com orientação da professora de Geografia, responda:
06. Da água existente na Terra, 99% não estão disponíveis para uso humano. Qual o órgão responsável pelo saneamento em sua cidade?
07. Pesquise como é tratada a água que você utiliza em sua casa.
08. Você sabe para onde vão os esgotos de sua cidade? Pesquise e explique como ele é tratado e qual a importância desse tratamento para o ser humano.
Com orientação do professor de ciências, responda:
09. A água dos rios poluídos não deve ser usada porque pode causar vários problemas para as pessoas, principalmente doenças. Você conhece algum rio poluído? Você sabe como aconteceu a poluição desse rio? Pesquise.
10. Qual é a importância da água na vida das pessoas? Para que ela serve?
11. Como os seres humanos obtêm a água para o seu consumo e como a devolvem para a Natureza?
12. Sem água não haveria chuva. Você sabe como é que acontece a chuva? Explique com suas palavras o ciclo da água.
13. Você se preocupa em economizar água? Você acha que devemos nos preocupar com isso? Por quê? Tem alguma sugestão de como poderíamos preservar este recurso tão importante?
Com orientação do (a) professor (a) de história:
14. Você sabia que o Brasil detém 17% de toda a água doce superficial do planeta?
Mas 80% da água disponível para uso estão na região amazônica e os 20% restante distribuídos desigualmente pelo restante do país para atender à 95% da população brasileira.
Devido a isso, em muitas regiões do Brasil e do mundo, as populações enfrentam sérios problemas causados pela falta de água.
Isso acontece onde você mora? Você conhece ou já ouviu falar de algum lugar onde é freqüente este tipo de problema?
15. Faça uma pesquisa dos países que mais sofrem por falta de água. Relate como vive a população destes países nos aspectos sociais, econômicos, políticos. Apresente o resultado de sua pesquisa para turma.
16. Pesquise a história dos maiores rios do mundo em extensão (Rio Nilo) e em volume de águas (Rio Amazonas).
17. Explique como ocorre a pororoca.
Com orientação da professora de Artes:
18. Monte um painel ilustrativo do livro literário: A nuvem de Lúcia Pimentel Góis da editora do Brasil. Utilize retalhos de papéis, tecidos, tintas, algodão...
Com orientação do professor de Educação Física:
19. Veja a importância da água na manutenção do corpo humano. Escreva como ocorre a desidratação.
20. Relate como e por que deve-se fazer a reidratação do corpo na pratica de esportes.
Com orientação da professora de matemática:
21. Analise o talão de água de sua casa, faça a leitura de todos os seus dados.
22. Faça uma tabela com os valores das contas de todos os alunos e crie situações problemas envolvendo-as.
Com orientação da professora de inglês:
23. Escreva um breve texto em alerta à preservação da água e monte cartazes propaganda com slogans. Exponha os cartazes com seus colegas.
_________________________________________________________________

terça-feira, 5 de maio de 2009

POEMAS

POEMA
O poema é um texto literário, geralmente escrito na forma vertical, isto é, um verso embaixo do outro. Pode ocupar o espaço do papel de variadas maneiras, por ser possível formá-lo utilizando versos e estrofes de tamanho e números diferentes.
O modo como o poema é organizado é tão importante quanto o tema. A escolha do tema, a maneira de falar, a combinação das palavras e a organização das estrofes formam uma unidade.
A rima é uma característica do poema, mas não obrigatória, pois existem versos sem rimas. O poema requer a leitura em voz alta para que capturemos melhor o ritmo dos versos.
É relevante observar o predomínio de uma classe gramatical na construção do poema, pois cada uma delas pode sugerir idéias, sensações e mensagens, assim como significações diversas.
Para expressar emoções, sentimos, visões diversas da realidade ou criar suspende, o autor utiliza recursos que proporcionam efeitos de sentido e atribuem outros significados ao poema. Analise estes poemas abaixo e depois crie o seu poema:

O POETA
O poeta vai tirando da vida
os seus poemas
como pássaros desobedientes
e amestrados.

A palavra é o seu castelo,
sua árvore encantada,
abracadabra construindo o
universo.
(Roseana Murray)


CONVITE
(JOSÉ PAULO PAES)
Poesia
É brincar com palavras
Como se brinca
Com bola, papagaio, pião.
Só que
Bola, papagaio, pião
De tanto brincar
Se gastam.
As palavras não:
Quanto mais se brinca
Com elas
Mais novas ficam.
Como a água do rio
Que é água sempre nova.
Como cada dia
Que é sempre um novo dia.
Vamos brincar de poesia?

1-Leia com atenção o poema de Otávio Roth.

DUAS DÚZIAS DE COISINHAS À-TOA QUE DEIXAM A GENTE FELIZ
(Otávio Roth)
Passarinho na janela, pijama de flanela, brigadeiro na panela.
Gato andando no telhado, cheirinho de mato molhado, disco antigo sem chiado.
Pão quentinho de manhã, dropes de hortelã, grito de Tarzan.
Tirar a sorte no osso, jogar pedrinha no poço, um cachecol no pescoço.
Papagaio que conversa, pisar em tapete persa, eu te amo e vice-versa.
Vagalume aceso na mão, dias quentes de verão, descer de corrimão.
Almoço de domingo, revoada de flamingo, herói que fuma cachimbo.
Anãozinho de jardim, lacinho de cetim, terminar o livro assim.

2-RIMA é a repetição de sons no final de palavras. Que sons se repetem no poema?
Quais são as palavras que rimam? Faça uma lista.

3-Vamos escrever o nosso poema “Uma dúzia de coisinhas à-toa que nos deixam felizes”?
-Pense em coisas simples, cotidianas(coisinhas à-toa) que o deixem feliz, pequenas coisas do seu dia-a-dia.
-Escreva quatro coisinhas que lhe deixam feliz e depois escreva palavras que rimem com cada uma.delas.
-Em seguida junte com mais dois colegas e em trio juntem as sugestões e montem o poema.
-Se precisar faça ajustes, modifique a ordem das palavras, procure um sinônimo, ou até mesmo descubra ou invente novos gostos...
-O importante é que cada trio consiga obter doze “coisinhas” que rimem. E assim juntos terão o poema prontinho. Viu como foi fácil?
-Escreva o poema em uma folha e exponha-o na sala ou leia para os colegas.



SER MULHER (OSWALD DE ANDRADE)

MULHER SEMENTE...
SER-MENTE...
SER QUE FAZ GENTE
SER QUE FAZ A GENTE.

MULHER...
MÃE DO FILHO...
QUE É MÃE DA SUA MÃE,
QUE É MINHA MÃE,
É MÃE DE SI MESMA.

MULHER...
ESSE SER FLORADO,
ESSE SER ADORADO,
ESSE SER DÁ CONTA,
QUE VAI ALÉM DA CONTA
SEM SE DAR CONTA.

PARABÉNS MULHER!
NÃO PELO OITO DE MARÇO,
MAS POR SER...
HÚMUS DA HUMANIDADE,
RAIZ DA SENSIBILIDADE,
TRONCO DA SEXUALIDADE,
FOLHAS DE SERENIDADE,
FLORES DA FERTILIDADE,
FRUTOS DA ETERNIDADE.









TEXTOS REFLEXIVOS


01----- A BORBOLETA E A PEQUENA FLOR
Certa vez um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta, mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta. O homem ficou triste porque não entendeu o porquê seu pedido veio errado.
Daí o homem pensou:
“Também com tanta gente para atender...” e resolveu não questionar o presente de Deus.
Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixara esquecido. Pra sua surpresa, do espinhoso e feio cacto, havia nascido a mais bela das flores.
E a horrível lagarta havia se transformado em uma belíssima borboleta.
Deus sempre age certo. O seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar tudo errado. Se pediu uma coisa e recebeu outra, confie. Tenha certeza que Ele nunca erra na entrega de seus pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar. O espinho de hoje...será a flor de amanhã.

01-Qual foi o pedido que o homem fez a Deus?
02-O que o homem recebeu como resposta ao pedido que fez a Deus?
03-O homem entendeu a resposta que recebeu de Deus? Por quê?
04-Você costuma pedir as coisas a Deus? Como? Por quê?
05-Você sempre compreende as respostas que Deus lhe dá? Por quê?
06-Você concorda que “Deus sempre age certo. O seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar errado”? Exemplifique.
07-Você crê que “o espinho de hoje...será a flor de amanhã? Por quê?
08-Feche os olhos, acalme o coração, eleve seu pensamento a Deus e lhe faça um pedido.



02--------UM CAMINHO A CONSTRUIR
VIVER É CAMINHAR...
PORQUE A VIDA É UM CAMINHO A PERCORRER
UM ÚNICO CAMINHO.

DE ENCONTROS...
DE BELEZAS...
DE DIFICULDADES...
DE RISOS...

POR QUE NÓS MESMOS CONSTRUÍMOS O CAMINHO A PERCORRER
NÃO SOZINHOS, MAS COM AQUELES QUE CAMINHAM A NOSSO LADO,
PARTILHAMOS DAS MESMAS SURPRESAS E PERIPÉCIAS,
É UM CAMINHO ÀS VEZES PENOSO A CONSTRUIR:

ESPINHOS A ARRANCAR...
ÁRVORES A DERRUBAR...
PEDRAS E BARREIRAS PARA AFASTAR...
ROCHAS PARA EXPLODIR...
BARRANCOS E MORROS PARA APLAINAR...
VALETAS E BURACOS PARA FECHAR...

NÃO É FÁCIL CONSTRUIR O PRÓPRIO CAMINHO, MUITO MAIS SIMPLES É ANDAR DE CARONA,
MUITO MAIS CÔMODO É ANDAR PELO CAMINHO QUE OS OUTROS JÁ CONSTRUÍRAM.
MUITO MAIS SIMPLES É IGNORAR AS ÀRVORES.

OS CIPÓS
AS PEDRAS
AS ROCHAS
AS VALETAS

O PASSAR POR CIMA E POR BAIXO, PELOS LADOS E POR ONDE DER,
DEIXANDO AOS OUTROS O TRABALHO DE CONSTRUIR E DERRUBAR.
NADA MAIS SIMPLES DO QUE DEIXAR ACONTECER.
PORÉM, NADA MENOS DIGNO, MENOS HUMANO, NADA MENOS CRISTÃO;
ANDAR NA CARONA DOS OUTROS NÃO É VIVER.
SE TU ESTÁS DEIXANDO AOS OUTROS O TRABALHO DE CONSTRUIR,
SE TU ESTÁS ACEITANDO AS BARREIRAS DO CAMINHO,
TU ESTÁS PASSANDO PELA VIDA SEM VIVER.
SEM DEIXAR MARCAS NO CAMINHO... TU ESTÁS DEIXANDO DE SER...
É PRECISO CORAGEM PARA SER.

CORAGEM PARA ASSUMIR O RISCO DE SER HOMEM, O RISCO DE VIVER.

CORAGEM PARA CONSTRUIR UM CAMINHO NOVO.
UM CAMINHO ÚNICO, ONDE TU PODES SER TU,
EU POSSA SER EU, NÓS POSSAMOS SER NÓS, PARA QUE TU, ELE E EU POSSAMOS

SER MAIS DE DEUS

ESTE É O ÚNICO CAMINHO QUE NOS LEVA ATÉ O FIM.
O CAMINHO DO AMOR, DA PAZ, DA JUSTIÇA, DA LUTA DO DIA-A-DIA,
DA CORAGEM DE SER HOMEM, DA CORAGEM DE SER CRISTÃO.
(AUTOR DESCONHECIDO)





03-------Conselhos de Bill Gates

Para qualquer pessoa com filhos de qualquer idade ou qualquer pessoa que já foi criança, aqui estão alguns conselhos de Bill Gates em uma conferência de uma escola secundária sobre coisas que estudantes não aprenderiam na escola. Ele fala sobre como a política do "sentir-se bem" tem criado uma geração de crianças sem conceito da realidade e como esta política tem levado as pessoas a falharem em suas vidas posteriores à escola.
Regra 1: A vida não é fácil - acostume-se com isso.
Regra 2: O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.
Regra 3: Você não ganhará um alto salário assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.
Regra 4: Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
Regra 5: Ser office boy não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso - eles chamam de oportunidade.
Regra 6: Se você fracassar, não é culpa de seus pais, então não lamente seus erros, aprenda com eles.
Regra 7: Antes de você nascer seus pais não eram tão chatos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você falar o quanto você mesmo era legal. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.
Regra 8: Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real.
Regra 9: A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudarão a cumprir suas tarefas no fim de cada período.
Regra 10: Balada NÃO É vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a cafeteria e ir trabalhar.

Covardia

Num domingo, passeavam dois amigos numa floresta, quando apareceu um urso feroz e se jogou sobre eles.
Um deles trepou em uma árvore e escondeu-se, enquanto o outro ficava no caminho. Deixando-se cair ao solo, fingiu-se morto.
O urso aproximou-se e cheirou o homem, mas como este prendia a respiração, julgou-o morto e afastou-se.
Quando a fera estava longe, o outro desceu da árvore e perguntou, a gracejar, ao companheiro.
― Que te disse o urso ao ouvido?
― Disse-me que aquele que abandona o seu amigo no perigo é um covarde!

(Malba Tanan. Lendas do céu e da terra. 13 ed.
Rio de Janeiro, Conquista. 1958)

O texto conta, narra uma situação que aconteceu com algumas pessoas em um determinado lugar e tempo.
É, portanto, uma narração. Nela há sempre os elementos que atuam na história, as personagens. Estas são envolvidas pela situação, também chamada de enredo, que se desenvolve num determinado espaço e tempo.
Tomando por base o texto acima, podemos observar:

· Enredo: _________________________________________________________
· Personagem: _____________________________________________________
· Espaço: _________________________________________________________
· Tempo: _________________________________________________________

Observação: nem sempre o espaço ou o tempo estão determinados numa narração. Nos contos de fada, por exemplo, não há determinação do tempo em que acontece a história: “Era uma vez...”.

RESPONDA DE ACORDO COM O TEXTO COVARDIA

01 – Sobre o fato narrado no texto, informe o:

― dia em que aconteceu:
― número de amigos:
― local do passeio:
― animal que surgiu:

02 – Qual foi a reação:

― do urso:
― de um dos amigos:
― do outro:

03 – Por que o urso julgou que o homem estava morto?
04 – Quando o amigo desceu da árvore?
05 – Qualquer narração exige que os fatos estejam em seqüência. Numere e copie na ordem em que aconteceu os fatos:

( ) O amigo ainda zombou do outro.
( ) A fera afastou-se.
( ) Dois amigos faziam um passeio.
( ) Um fingiu-se de morto e enganou o urso.
( ) A fera avançou sobre os amigos.
( ) O amigo aproveitou a situação para dar uma lição de moral ao outro.
( ) O urso cheirou o homem e julgou que ele estava morto.
( ) Apareceu um urso feroz.
( ) Outro subiu rápido em uma árvore.

06 – O texto conclui denunciando a atitude covarde de quem abandona o amigo na hora do perigo, ou seja, nas horas difíceis é que se conhecem os amigos.
Assinale o provérbio que mais combina com as idéias acima:

― Quem ama um feio, bonito lhe parece.
― A ocasião faz o ladrão.
― Em terra de cego, quem tem um olho é rei.
― Amigo certo das horas incertas.
― A união faz a força.

07 – Justifique sua escolha.

08 – Marque a alternativa correta:
neste texto, o narrador assume a posição de:

a) NARRADOR OBSERVADOR – ele conhece a história, mas dela não participa.
Nesse caso, o verbo e os pronomes estão na 3ª pessoa.
b) NARRADOR PERSONAGEM – ele é uma das personagens da história.
nesse caso, o verbo e os pronomes ficam na 1ª pessoa.

09 – Retire do texto palavras que comprovem sua resposta.

10 – Desenhe duas cenas representando as situações narradas no texto.

11 – O texto COVARDIA é uma fábula. A narração de uma história imaginária para apresentar a mensagem de um preceito, uma lição de moral, que é passada de forma simples e popular. No texto, uma lição sobre a covardia, qualidade atribuída a quem não tem coragem de enfrentar as situações difíceis foge da luta, abandona os amigos, ou seja, não assume posições, corre e se refugia na “árvore” da covardia.

― Você é corajoso?
― O que é, para você, ser corajoso?
― Já teve a oportunidade de ficar ao lado de um(a) amigo(a) numa hora difícil>
― O que você fez?
― Para você, o que é ser amigo de verdade?

12 – A idéia que o homem teve de se fingir de morto foi uma esperteza. Chamamos “presença de espírito”, a capacidade de se sair bem, de forma inteligente, de situações difíceis. Dizemos também: “usar a cabeça”.

― Você tem “presença de espírito?”
― “Usa a cabeça” para resolver situações difíceis? Como?
― Para você o que é ser esperto?
― Já viveu alguma situação “difícil”?
― Como agiu?

PIADAS OU ANEDOTAS


PIADAS OU ANEDOTAS
As piadas ou anedotas, geralmente, são anônimas, ou seja, não são assinadas. Isso significa que elas não tem um autor conhecido.
À medida que são contadas, vão sendo modificadas e reelaboradas, de acordo com as circunstâncias.
As piadas ou anedotas têm a finalidade de fazer o ouvinte ou leitor rir. Algumas são mais engraçadas do que outras, por causa do final inesperado, do grau de surpresa do desfecho ou da graça de quem as narra.
Para que a piada ou anedota atinja o seu objetivo, é essencial que ela seja desconhecida para quem a ouve ou lê, pois, se a pessoa já a conhece, a surpresa deixa de existir e a piada perde a graça.
As piadas ou anedotas, em geral, são transmitidas oralmente. Por causa disso, é difícil contarmos da mesma maneira que a ouvimos: sempre retiramos ou acrescentamos algo. Elas são um excelente recurso para exercitar tanto a expressão oral quanto a expressão escrita.
__________________________________________________________________
DE CASTIGO
A garotinha chega da escola em prantos:
_Mamãe, mamãe, sniff... sniff...
_O que foi minha filha?
_Hoje... na escola... me puseram de castigo... saniff...
_De castigo? Por quê?
_Foi por uma coisa... sniff... que eu não fiz!
_Mas isso é um absurdo! Vamos lá, vou falar já com a diretora.
E a mãe pega a mão da menina e arrasta-a para fora da casa. Na rua, vendo a filha um pouco mais calma, pergunta:
_E o que foi que você não fez, minha filha?
E a menina:
_A lição de casa... buáááá...
01-Quando você vê ou ouve a expressão “De castigo”, o que lhe vem à cabeça?
02-Qual foi a atitude da garota? Ela agiu corretamente? Por quê?
03-E qual foi a reação da mãe? Foi correta? Por quê?
04- Você costuma assumir os seus atos, ou tenta jogar a culpa nos outros? Por quê?
05-Como sua mãe reage, quando você faz algo considerado errado? Por quê?
06-De castigo - é um texto narrativo, dissertativo ou descritivo? Caracterize-o
a)Quais são as personagens?
b)Qual é o enredo?
c)Qual é o espaço em que ocorre o enredo?
d)Quando ocorre o enredo?
e)O discurso utilizado é direto ou indireto? Justifique.
f) O narrador é observador ou narrador é personagem? Justifique.
07- ONOMATOPÉIA- é palavra que imita o som natural da coisa significada.
Identifique as onomatopéias do texto De castigo.
08-No diálogo, os sinais de pontuação são essenciais na estruturação do texto. Explique a função de cada um dos sinais de pontuação utilizados em De castigo.
09-Faça a dramatização do texto De castigo, atribua nome às personagens e escreva um final para o enredo.

ALGUMAS PIADAS OU ANEDOTAS

VASO VALIOSO ______________ 01
Em um leilão de arte, são pedidos lances para um vaso chinês.
-Vaso Ming Chang Lung! Quem dá mais? Quem dá mais?
Os lances são altíssimos: 100 mil, 200 mil, 500 mil... Até que um senhor oferece 1 milhão de dólares.
-Vendido! – grita o leiloeiro, que imediatamente começa a embrulhar o vaso.
O autor do lance milionário se dirige ao palco quando o leiloeiro se atrapalha, deixa o vaso cair no chão e quebrar em mil pedacinhos.
O leiloeiro não perde o rebolado e grita:
-Quebra-cabeça Ming Chang Lung! Quem dá mais? Quem dá mais?
IRMÃO ___________________ 02
Um maluco disse para o outro:
-Sensacional! Como você se parece com seu irmão!....
-Mas ... Eu não tenho irmão.
-Mais sensacional ainda!
EMPRÉSTIMO ________________ 03
Samuel foi ao banco e falou pro gerente:
-Quero um empréstimo de um real.
-Um real? Mas, Samuel... Pra que isso? Não tem que pensar em empréstimo. Pode retirar essa quantia de qualquer uma de suas contas!
-Não, eu quero um real de crédito para pagar em um mês. Se o banco não dá crédito, Samuel retira dinheiro da poupança, cancela capitalização, seguros, retira tudo.
-Não, Samuel, não é para tanto, se você quer o crédito, nós damos a você.
E o gerente prepara a papelada para o judeu assinar.
-Quanto é o juro?
-Três por cento mensais.
-Está bem, mas quero deixar em garantia de pagamento o Mercedes.
-Não, Samuel, não é necessário; com suas contas é mais que suficiente.
-Se Samuel não deixa carro de garantia, retira poupança, retira dinheiro, cancela seguros...
Está bem Samuel, pode deixar seu carro como garantia na garagem do banco pelo período de trinta dias.
-Perfeito!
Samuel chega em casa e diz para sua esposa:
-Sara, já podemos ter férias tranqüilas! Consegui estacionamento por um mês a R$ 3,00! BOCÃO __________________ 04
A professora diz pro Bocão:
-Dê três provas de que a Terra é redonda.
E o Bocão:
-O papai diz que ela é, a mamãe diz que ela é e a senhora diz ela é. E vocês três são da maior confiança.
A VIZINHA ______________ 05
A vizinha pergunta pro Menino Maluquinho:
_Como é que você consegue fazer tanta maluquice num dia só?
E o Maluquinho:
-Eu acordo cedo.
O CACHORRO ____________ 06
Aquele menino não gostava muito de bicho.
Um dia, sem pedir, ele ganhou um cachorrinho. Na escola, ele contava:
_Meu cachorro, além de tudo, não tem nariz.
Os colegas não acreditaram:
_E como é que ele cheira?
E o menino:
-Mal! Fede pra danar!
MAR MORTO ___________________07
De novo a professora pergunta pro Bocão:
-O que você sabe sobre o Mar Morto?
E o Bocão:
-Nada, professora. Eu nem sabia que ele ‘tava doente!

AVE PREDILETA ______________ 08
A professora pergunta ao Junim:
-Junim, qual a sua ave predileta?
E o Junim:
-Galinha frita.
A CARTA ____________________09
Um maluco estava escrevendo uma carta quando chegou o outro maluco:
_Que é que você está fazendo?
_Escrevendo uma carta.
_Pra quem?
_Pra mim mesmo.
_E o que diz a carta?
_Sei lá! Ainda não recebi...
MALUCOS ________________________ 10
O homem passou em frente ao hospital dos malucos e ouviu lá dentro dos loucos gritando:
-Cinqüenta e um... cinqüenta e um... cinqüenta e um...
Ele ficou curioso de saber o que estava acontecendo. Aí viu que tinha um buraquinho no muro do pátio e foi lá espiar. Quando ele botou o olho no buraco, levou uma dedada no olho, e os malucos começaram a gritar:
_Cinqüenta e dois... cinqüenta e dois... cinqüenta e dois...
O NOME ____________________ 11
O camarada chegou pro juiz e diz:
_Seu juiz, eu queria trocar de nome.
_Como é o seu nome, meu caro?
_Nestor Merdinha.
_Realmente, você tem razão. Como é que você quer se chamar?
_Paulo Merdinha.
A ESCOLA ___________________ 12
A tia perguntando pro menininho:
_Está gostando da escola?
_Tou não.
_Por quê?
_A professora não sabe nada.
_É mesmo?
_É. Fica perguntando tudo pra gente...
NAPOLEÃO BONAPARTE ____________ 13
Outra anedotinha de maluco bem velhinha mesmo. Deve ser por causa dela que inventaram que todo maluco cisma que é Napoleão Bonaparte. Ou, vai ver, o Napoleão Bonaparte era maluco mesmo. É assim:
No pátio do hospício, um maluco estava com a mão dentro do paletó, fazendo pose de Napoleão em Santa Helena.
_Quem é você? _perguntou um outro maluco.
_Napoleão Bonaparte.
_Quem disse que você é o Napoleão Bonaparte?
_Deus!
_Quem? Eu?!
A CALÇADA __________________14
Um maluquinho mesmo de verdade chega pra uma senhora na calçada e pergunta:
_Minha senhora, por favor, onde é que fica o outro lado da rua?
A senhora, muito paciente, mostra a outra calçada pro maluco e diz:
_É lá. Olha.
E o maluquinho:
_Engraçado. Eu estava lá e me disseram que era aqui.
BRASIL 500 ANOS ___________________ 15
No meio da conversa sobre o Brasil 500 anos, o Bocão disse:
_Eu queria ter nascido em 1500.
_Por quê? _ perguntaram todos.
E ele:
_Ia ter menos história pra estudar.
ELEFANTE ____________________16
Um maluco chega com a mão fechada perto do outro e diz:
_Adivinha o que eu tenho na mão.
E o outro maluco:
_Um elefante.
_E o primeiro:
_Ah, não vale! Você viu a tromba.
PESCARIA _______________________17
O maluquinho tava com uma linha amarrada numa vara, pescando. Mas não tinha anzol na linha. Assim mesmo ele de vez em quando dava uma puxada. Zupt. E nada. O médico vinha passando e viu o maluquinho na beira do rio. Então perguntou:
_Tá fazendo o que aí, ô biruta?
E o maluquinho:
_Tou pescando, num ta vendo?
_Peraí... Pescando sem anzol?
_E daí? Aqui não tem peixe...
O INCONSOLÁVEL ________________ 18
No velório de um ricaço, um sujeito chorava copiosamente num canto da igreja.
O padre foi tentar consolá-lo:
_Rapaz... Não chore... Ele foi para um lugar melhor!
_É! Mas ele foi e deixou muito dinheiro aqui! Buááááá!
_Sim, porque foi um homem trabalhador que enriqueceu...
_Muito bem-sucedido! Snif... Ele deixou uma casa na praia, uns 10 apartamentos espalhados pelo mundo, milhões de dólares na canta bancária! Snif...
-Sim, é verdade... Mas, me diga... Por que isto lhe faz chorar tanto, meu filho?
_Porque eu não sou parente dele, padre! Buáááá!
OURO NO INFERNO _____________ 19
Um sujeito morre e chegando ao céu, São Pedro pergunta:
_O que é que você fazia?
_Eu era garimpeiro – responde o homem.
_Desculpe, mas a seção de garimpeiros está lotada e você não vai poder ficar.
_Entristecido, o sujeito apela:
_E se eu der um jeito de fazer com que os outros saiam, posso ficar?
_Bem, se você conseguir...
Ao encontrar a seção dos garimpeiros, o homem anuncia:
_Pessoal, foi descoberta uma mina de ouro no inferno!
Pouco depois, havia uma fila enorme de pessoas diante de São Pedro pedindo para ir para o inferno. Ao atender o último, São Pedro se espanta:
_Mas, como? Não foi você que inventou o boato para arranjar lugar para ficar?
_Sim, fui eu... Mas vai que a coisa tenha um fundinho de verdade!
O VIGARISTA ______________ 20
Cansado daquela vidinha miserável na roça, Bentinho resolveu aproveitar a mudança da moeda, quando o pessoal andava meio atrapalhado, e fabricou umas notas de real por conta própria. Só que se atrapalhou na hora de imprimir e acabou fazendo algumas cédulas de trinta reais. Pra não desperdiçar, o cara tenta passar as notas no armazém do Tião:
_Será que o compadre tem troco pra uma nota de trinta real?
E o Tião:
_Mais é craro, compadre Bentinho... Pode levar essas duas notas de quinze!
BARBEIRO GRÁTIS ________________ 21
Um homem entra numa barbearia segurando um menino pelo braço e diz:
_O senhor corta o cabelo do meu filho enquanto eu vou comprar cigarros?
O barbeiro concorda e começa a cortar o cabelo do garoto. O homem sai para comprar cigarros, o corte termina e nada do sujeito voltar.
_Garoto, onde está o seu pai que demora tanto? _ pergunta o barbeiro.
_Ué! Ele não é meu pai!
_Como não é seu pai!
_Eu nem conheço aquele homem! Ele só passou ali na esquina e perguntou se eu não queria cortar o cabelo de graça!
CÃO FALANTE __________________ 22
Depois de perder o emprego no circo onde trabalhava como ventríloquo, Reinaldo juntou os últimos trocados e comprou um cachorrinho. Com o bichinho debaixo do braço , foi até o bar do seu Joaquim, onde propôs:
_Olha... A única coisa que eu tenho é este cachorro que sabe falar. Quer ficar com ele por cem reais? É que tô apertado...
_Cachorro que fala? Estás a pensar que otário? _retrucou o portuga.
Nisso, o cara pega o cachorrinho no colo e faz de conta que é o bichinho que diz:
_Au! Claro que sei falar! A comida aqui é horrível e o serviço péssimo!
_Ó raios! È verdade! Mas cem é muito por esse vira-lata. Dou cinqüenta!
O pilantra cata o dinheiro e se manda. Mas antes de sair do bar, o cachorro diz:
_Então sou vira-lata e valho só cinqüenta reais, hein? Então nunca mais vou falar seu portuga pão-duro!
CATECISMO __________________23
A mãe pergunta ao Joãozinho o que é que lê aprendeu na aula de catecismo.
Joãozinho responde:
_A professora contou como o general Moisés conduziu o exército israelita através do Egito até a Terra Prometida. Quando os israelenses chegaram ao Mar Vermelho, Moisés parou a coluna e viu os tanques e os jipes egípcios bem atrás deles. Então ele pegou seu rádio de campanha e chamou a marinha israelita para que ela construísse uma ponte flutuante no braço do Mar Vermelho. Uma vez construído, o general Moisés deu ordem ao exército para atravessar a ponte, e, uma vez todo o mundo do outro lado, ele viu os egípcios atravessarem a ponte também. Então, quando eles estavam no meio da ponte, ele pegou o rádio e pediu à Força Aérea Israelita para bombardear a ponte... E os egípcios morreram todos afogados.
Ouvindo isso, a mãe balança a cabeça para mostrar sua reprovação e diz:
-Vamos, Joãozinho! Por que é que você não conta esta história como a professora explicou, que é como está na Bíblia?
-Tá bom, mãe – responde Joãozinho – mas duvido que você vá acreditar!
NO PREZINHO ________________ 24
No primeiro dia de aula, o menininho frita:
-Pofessola, eu não tem lápis!
A professora o corrige, com toda aquela paciência:
-Não é assim que se fala. O correto é “Eu não TENHO lápis”. “Tu não TENS lápis”, “Ele não TEM lápis”, “Nós não TEMOS lápis”, “Vós não TENDES lápis” e “Eles não TÊM lápis”... entendeu?
E o menino:
-Não! Aonde é que foram parar todos esses lápis?
DESCULPA FURADA _______________________ 25
Na véspera de uma prova, quatro estudantes de engenharia resolveram viajar. Não chegaram a tempo de fazer a prova e então resolveram dar um “jeitinho”. Dirigindo-se ao professor e disseram:
_Professor, fomos viajar, o pneu furou, não conseguimos conserta-lo em tempo hábil, tivemos mil problemas, e devido a tudo isso, atrasamos, mas gostaríamos de fazer a prova.
O professor, sempre compreensivo:
_Claro, vocês todos podem fazer a prova hoje à tarde, após o almoço.
E assim foi feito. Os rapazes correram para casa e se mataram de estudar, na medida do possível. Na hora da prova, o professor colocou cada aluno em salas diferentes e distribuiu-lhes a prova. Primeira pergunta, valendo um ponto foi: “Fale o que sabe sobre a Lei de Ohm”.
Os quatro ficaram felizes. Era moleza. Pensaram que a prova seria muito fácil e iriam conseguir uma boa nota. Aí, veio a segunda pergunta, valendo 99 pontos: “Qual foi o pneu que furou?”.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Filme: O idiota e o mentiroso



Filme: O Idiota e o Mentiroso - uma comédia da dupla goiana Nilton Pinto e Tom Carvalho, que com muita irreverência revela costumes regionais e critica com leve ironia a politicagem.

ATIVDADES SOBRE O FILME: O IDIOTA E O MENTIROSO

01-Quem são os personagens principais do filme?
02-O que tem em comum no nome dos dois protagonistas?
03-Que tipo de linguagem eles utilizam?
04-Que elementos regionalistas aparecem no filme?
05-Como é o cenário em que o enredo se desenvolve?
06-Por que o filme tem esse título?
07-Que ditos populares ou provérbios aparecem no filme?
08-Reescreva estas falas do filme, de acordo com a linguagem padrão da língua portuguesa.
a)”Tava brincano cô cê.”
b)”Eu nunca vi um home mais trapaiado do que ocê não Mané.”
c)”Me dá um pudim pra mim cumê.”
09-Por que justamente o mentiroso se tornou político?
10-Que mensagem o filme quer passar através da ironia apresentada?

Filme: Os Anjos entram em campo








SINOPSE – OS ANJOS ENTRAM EM CAMPO
Os Anjos entram em campo (Angels in Outfield) EUA, 1994.
Direção de Willian Dear, com Danny Glover, Tony Danz, Brenda Fricker.
O pequeno JP e Roger vivem há alguns meses numa espécie de orfanato enquanto esperam que seu pais venham buscá-los. Por conta disso, Roger reza para que o time dos “Angels” se torne o líder do campeonato, pois seu pai disse que só voltaria para buscá-lo se isso acontecesse. Sua oração é ouvida e um anjo atrapalhado vem aj
udar o time decadente. É assim, através de um anjo, que Roger se aproxima do durão treinador George. A medida que o time avança no campeonato, as esperanças do ingênuo garoto aumentam e a amizade entre Roger, JP e George também.
ATIVIDADES RELACIONADAS COM O FILME: OS ANJOS ENTRAM EM CAMPO – A primeira vez o vi na televisão e
como gostei muito do tema, loquei o vídeo, assisti-o novamente e elaborei estas atividade para trabalhar com os alunos. O resultado foi excelente, incentivando a oração e a cooperação entre os alunos e professores, levando-os a valorizar-se mais.

01-O que Roger e JP têm em comum?
02-Quem é Meg e como ela trata as crianças?
03-Roger pergunta ao pai quando vão ser uma família de novo e o que ele responde?
04-Roger reza e acredita que pode acontecer e pede a Deus uma família. O que ele diz em sua oração?
05-No momento em que Roger faz seu pedido uma estrela pisca. Escreva o que diz a tradição sobre as estrelas nos pedidos.
06-O que é cético? Pode-se considerar o técnico George Knox cético? Por quê?
07-Por que só Roger pode ver ou ouvir os anjos?
08-O anjo diz para Roger não se meter em encrenca e ter o coração aberto.
a) Para você o que é se meter em encrenca?
b) Como é ter um coração aberto? Aberto para quê?
09-Qual é a condição imposta pelos anjos para ajudar o menino?
10-Qual é o motivo da rivalidade entre o técnico e o locutor da rádio?
11-O técnico George Knox a princípio é arrogante, não expressa sentimentos. Como ele passa a agir depois da convivência com Roger e JP?
12-Roger diz a Knox que talvez ele não devesse falar tantos palavrões, pois os anjos não gostam e então, ele diz aos jogadores para profanar menos.
a) Explique o que é profanar.
b) Escreva três exemplos de profanação.
13-Meg diz a Roger que há muitas coisas incríveis na vida que não podem ser explicadas e que acredita na possibilidade de acontecer coisas milagrosas, e é isso que faz cada dia de nossa vida valer a pena.
a) E você acredita em anjos?
b) Para você o que é ter fé?
c) Como você demonstra sua fé?
14-Quando seu pai assina a sua desistência de paternidade, Roger fica decepcionado e muito triste. Então, o técnico lhe diz:
-Não tenho certeza se a dor que causou vai passar, mas tenho certeza de que você não pode passar a vida pensando que todo mundo que você conhece o deixará triste, por que se fizer isso, uma coisa muito ruim vai acontecer. Você vai acabar como eu.
Explique como Knox ficou depois que teve que encerrar sua carreira de jogador devido à fratura na perna.
15-Na entrevista coletiva George Knox diz que no esporte não há uma explicação lógica para o acontecimento das coisas, algumas vezes o jogador vai além de suas habilidades físicas, uma coisa forte, maior, talvez espiritual, fé, anjos.
Você acredita que no esporte e em qualquer outro momento da vida pareça ter algo maior, espiritual para nos auxiliar? Exemplifique.
16-Você concorda que todos nós precisamos de alguém para nos proteger, pois todos estão sempre procurando alguém para amar, um anjo, e que é preciso ter fé, acreditar e olhar dentro de seus corações as pegadas de um anjo significam amor e onde há amor as coisas milagrosas podem acontecer?
17-O amor é a essência da vida. Em que atitudes do dia-a-dia demonstramos amor ao próximo?
18-Se todas as pessoas demonstrassem fé e amor a violência não existiria. Como você pode contribuir para que a paz esteja em todos os lugares e momentos da vida?
19-O pedido que Roger fez a Deus foi atendido? Como?
20-Tudo que você tem que fazer é acreditar. Esta frase pode resumir a mensagem que o filme passa a cada um de nós? Exemplifique.
21-Dentre as palavras abaixo destaque àquelas que necessitamos para sermos vitoriosos na vida. Fé – inveja – amor – ódio – rancor – auto-confiança – vingança - solidariedade – raiva – oração – egoísmo – pensamento positivo – alegria – perseverança – respeito - paz – humildade – compreensão- força de vontade – otimismo – maldade - pecado - esperança - lealdade
22-A oração é o momento em que nos aproximamos mais de Deus, e se realmente acreditar pode acontecer, você consegue. Então vamos ser o anjo da guarda de alguém?
Faz-se o sorteio dos nomes como um amigo secreto. A pessoa que você tirou vai ser a sua protegida.
Você vai ser o anjo da guarda dela e vai sempre ajudar essa pessoa, aproximar-se dela, conhecê-la melhor, cuidar e colocá-la sempre em suas orações.
Mande mensagens de otimismo encorajando-a, mas não deixe a sua pessoa protegida saber que é você o seu anjinho, não conte a ninguém. Lembre-se é segredo!

LEIA E PENSE: O homem vê a aparência, porém Deus vê o coração. (I Samuel 16:7)